O que é “ciclo do combustível nuclear”?

Este nome é dado ao conjunto de fases, de processos industriais pelos quais passa o urânio, desde a mineração até a geração de energia. As etapas do ciclo são as seguintes:

1. Mineração e Beneficiamento: após a descoberta da jazida e feita sua avaliação econômica (prospecção e pesquisa), inicia-se a mineração. Na usina de beneficiamento, o urânio é extraído do minério, purificado e concentrado numa torta de cor amarela, chamada yellowcake.

2. Conversão: depois de ter sido dissolvido e purificado, o yellowcake é convertido em hexafluoreto de urânio (UF6), um sal que tem como propriedade passar ao estado gasoso a baixas temperaturas (da ordem de 60oC).

3. Enriquecimento: tem por objetivo aumentar a concentração do isótopo 235 do urânio (U-235) no UF6 natural sob forma gasosa, de apenas 0,7%, para valores da ordem de 3% a 5%, necessários ao uso como combustível em reatores nucleares do tipo PWR.

4. Reconversão e Fabricação das Pastilhas: O UF6 enriquecido é transformado em dióxido de urânio (UO2) sob a forma de pó e, em seguida, sinterizado em pequenas pastilhas.

5. Fabricação do Elemento Combustível: As pastilhas de urânio são colocadas em tubos de uma liga metálica especial (zircaloy), formando um conjunto de varetas, cuja estrutura é mantida rígida por grades espaçadoras.

6. Geração de energia: Os elementos combustíveis são colocados no centro dos reatores das usinas nucleares, onde se inicia o processo de geração de energia nuclear. Esta etapa do ciclo é realizada pela estatal Eletronuclear. Saiba mais em: www.eletronuclear.gov.br

COMPARTILHE NAS MÍDIAS SOCIAIS: